Serra do Marão

Serra do Marão

 

Em Amarante, há uma delimitação clara entre as zonas urbana e rural. Mas as duas áreas complementam-se e engrandecem o concelho. No espaço urbano, pontifica o património histórico e arquitetónico que o passado legou; na área rural é a Natureza que se evidencia com rios e serras, no sopé das quais se erguem povoados de gente trabalhadora, que desbrava a terra; que cria e leva os animais a pastar ou os usa como força de tração para a agricultura; gente, que faz o jugo ou a cesta. E que coze o pão.

Na serra do Marão, muito particularmente, é o todo que impressiona: as antigas minas de volfrâmio, de galerias profundas, a diversidade florestal, a paisagem, o ar que se respira, a água que corre em leitos de rios e ribeiras, as fragas, as escarpas, a urze ou a carqueja, os corsos ou a perdiz, a raposa e, por vezes, o lobo. E há, ainda, o silêncio, que convida ao relaxamento, à contemplação e à descoberta. E são muitas as atividades a que a serra convida, desde as caminhadas, às escaladas e aos desportos aventura (como o parapente), ao BTT e até à caça e à pesca.

O desafio está lançado.

Suba ao Marão: a Natureza é o destino.

 

Galeria